segunda-feira, 19 de julho de 2010

Por Medo de Se Entregar


Aprendi amar quem não deveria
E quando me dei conta do que sentia
Já era tarde demais para voltar atrás...

Na loucura de te ter por perto
Me afastei
No medo de te perder para sempre
Te procurei

Com brincadeiras disse verdades
E a única vez que te vi
Neguei, mas não resisti
Querer-te tornouxe inevitável

Loucuras
Minhas ou suas?
Medo...
Dois dois!

Na defesa e na procura
Com receio de se machucar
Fugiu-se do que poderia ser
Deixando-se de viver o que se queria

As diferenças tão grandes
Embaladas por ritmos distintos
Da paixão que virou história
Por sentimentos calados

Romance sem beijos
Paixão sem envolvimento
Mera loucura de dois seres
Que perderam a chance de serem um só...


(Thaise Frigo)